O Ilusionista – A Verdade da Ilusão

Fui ontem ver O Ilusionista, o último filme de Edward Norton, realizado por Neil Burger (Entrevista com o Assassino).
Levava comigo boas referência do filme, e não me desiludi.

O Ilusionista

A história leva-nos à Viena do século XIX, onde a magia e as “artes negras” são uma escapatória para os problemas sociais e económicos da população. Eisenheim (Edward Norton) é um mágico revolucionário que se vê frente a frente com o seu amor da juventude, Sophie (Jessica Biel), durante um espectáculo. O que poderia tornar-se num romace típico, o filme corre noutra direcção e oferece-nos uma história bem elaborada, cheia de mistério de fantasia, onde Eisenheim luta pelo seu amor, fazendo frente a Leopold, o principe herdeiro do Império Austro-Húngaro, que estás prestes a casar com Sophie. Uhl (Paulo Giammati) é o chefe da policia, que tenta, por um lado, fazer cumprir a vontade de Leopold, por outro, seguir a sua intuição.

O filme prima pelos diálogos algo elaborados, pela mestria da produção e por cenários brilhantemente escolhidos. As cores do filme assentam que nem uma luva no argumento, o que proporciona um efeito belo e místico, para além da história.

Aconselho a irem ver!

O argumento foi adaptado da obra de Steven Millhauser – “Eisenhein The Illusionist“.

——–SE NÃO VIRAM O FILME NÃO LEIAM A PARTIR DAQUI——-

Na minha opnião muito pessoal, achei o filme algo previsivel. Não tirando o mérito ao filme, como é óbvio, o argumento perde pela concepção de “romace” inicial que nos é dada, porque a partir daí, nada mais faria sentido. É dificil de explicar, mas tentando: aquando da suposta facada, Sophie quando passa em frente da janela onde se encontra o mordomo, ergue-se e muda de posição; quando Eisenhein chega ao rio perto de Sophie e pega nela, nota-se que faz uma cara estranha (pode parecer vago, mas vê-se claramente); quando Eisenhein faz a sua mala, o frasco que lá mete contem um liquido vermelho, que nunca é usado por ele nos espetáculos… entre outras coisas…

O filme é bonito, é mágico… o argumento pode ser previsivel mas não lhe tira a mestria daquele final excelente.
O único pecado do filme, para mim, é a falta de “animação” durante o filme… parece que guardaram tudo para o final.

Nota:

21 thoughts on “O Ilusionista – A Verdade da Ilusão

  1. Albert diz:

    o filme é otimo!! eu recomendo

  2. felipe diz:

    muito bom,vale a pena assistir

  3. nelson diz:

    otimo o filme,mas será que existe ?

  4. viniap1 diz:

    muito bom, e pelos os meus estudos O Ilusionista existe mesmo!

    foi uma bela Ilusão, a morte dela,pessoal quem ja assistiu no final vcs acham que ele não tem magica, ou a magica dele esta em fazer as pessoas acreditarem que ele faz magica?

  5. Alicia Jaramillo diz:

    Filme O Illusionista certamente é um producioñ atraente do início ao fim. Lembra-me da nova série HBO O Hipnotizador , onde os segredos de produção revelna através da hipnose, o que pode parecer mágica por causa de sua eficácia.

Queres falar agora?

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s