Scoop

Woody Allen não pára e, em Scoop, dá-nos mais um pouco da sua graça. Uma comédia negra, misturada com um “thriller” criminal muito peculiar, Scoop é uma excelente obra de entertenimento e diversão. Embora alguns pontos abaixo de outros filmes de Woody Allen, como Bullets Over Broadway ou Manhattan Murder Mystery, Scoop consegue ser elegantemente cómico e ao mesmo tempo misterioso.

20060802scoop.jpg

No filme somos levados a Inglaterra. Sondra Pransky (Scarlett Johansson) é uma estudante de jornalismo que é convidada por Sid Waterman (Woody Allen) a participar no seu espectáculo de magia. Lá, enquanto o truque se desenrola, Sondra recebe a visita do espirito de um jornalista que acabou de falecer, dando-lhe a noticia de que o assassino por detrás de um assassinato em serie é Peter Lyman (Hugh Jackman). Sondra, como aspirante a jornalista, tenta investigar melhor o caso, acabando por envolver-se com Lyman. O desenrolar desta investigação, leva-nos a uma série de situações realmente cómicas, onde o majestoso e incomparável Woody nos dá o prazer do seu humor, sempre acompanhado, por uma cada vez melhor (sim, como actriz!), Scarlett Johansson.

Embora não seja de todo uma daqueles filmes que me faça saltar a tampa de tanto rir nem me faça pensar tanto no seu enredo, Scoop é notoriamente um filme de autor, com todas as caracteristicas tipicas do seu eloquente escritor e realizador: o brincar com a morte, satirizar as sociedade, o gosto pelo “trocadilho”… para quem gosta, é sem dúvida um filme a ver (mas sem demasiadas expectativas). Quem não se dá muito bem com Allen, é melhor fugir desta (boa) obra.

Embora o mistério não seja muito e embora estivesse mesmo à espera de que houvesse mesmo um mistério maior, Scoop não me desiludiu. A sua vertente humoristica, essa sim, faz com que o filme viva. Suprime todas as outras lacunas que possam eventualmente ser apontadas. Embora me tenha rido bastante, ficou-me essas questão do mistério a matutar na cabeça porque, embora seja um filme “descontraido”, Allen poderia ter ido bem mais longe e ter explorado um prisma bem mais arrojado, tanto no que toca a esse mistério, quanto à comédia, que apesar de ser muito boa e negra como eu adoro, poderia ter sido mais!! Digo isto porque adoro rir-me com Woody Allen!

Cá fico à espera do seu Cassandra’s Dream (em 2008).

Nota:

2 thoughts on “Scoop

  1. Knoxville diz:

    Para mim é uma das melhores comédias dos últimos anos. E não precisou de baixar o nível como muitas outras o fizeram recentemente. É pena as expectativas gerais serem altas e muitos esperarem uma obra à semelhança de Match Point.

    Um abraço!

  2. Eu não estava à espera de nada como o Match Point, apenas estava à espera de mais um pouco neste filme. Gostei muito, ri-me bastante (aquele sorriso contido que muitas vezes é o melhor)… estava só à espera de um pouco mais… como disse no texto

Queres falar agora?

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s