Sobre os Globos de Ouro

Não me vou alargar muito em considerações sobre os Globos de Ouro; tal como a cerimónia deste ano, a minha opinião será como uma conferência de imprensa sem perguntas, figuras públicas ou textos muito bem elaborados…

golden2008.jpg

No que toca ao cinema tenho muito pouco a dizer… ainda não vi nenhum dos filmes que foi galardoado! É verdade… nem sequer The Diving Bell and the Butterfly… No entanto e pelo burburinho que tenho ouvido e lido, merece todo e qualquer prémio. Quanto a Sweeney Todd, Quinta já vos devo dizer o que realmente penso dos prémios. Fico contente por Marion Cotillard ter vencido em melhor actriz. Dos filmes que já vi com ela, fiquei convencido que esta senhora tem potencial para dar e vender; só precisa de falar inglês e estará em Hollywood em três tempos.

Nas séries aparecem as maiores surpresas. Mad Men, apesar de já se saber que grande parte dos críticas ficou fascinada com a série, não pensei que fosse vencer principalmente contra alguns pesos pesados como House e Grey’s Anatomy. Percebo a escolha principalmente pela repetição e alguma monotonia destas. Vi alguns episódios de Mad Men e gostei; não fiquei totalmente convencido mas, vá lá, pode dizer-se que merece. Da próxima vez espero que dêem uma olhadela também para Damages… Gleen Close não merece qualquer consideração a não ser que foi merecido; já no melhor actor, esperava que o senhor que dá corpo a Dexter tivesse uma palavra a dizer mas parece que lhe cortaram… ok já estava a entrar no espírito…

Na “secção” da comédia fico muito mas mesmo muito contente de ver Extras vencer. Já era mais do que tempo para esta série ser reconhecida pelo seu imenso valor. Quanto ao senhor que venceu a categoria de melhor actor, digamos que tenho algumas dúvidas que supera-se alguns que tenho em muito alta estima mas pronto… penso que Duchovny ainda não atingiu o ponto de maturação na comédia; pode ser que isto sirva de alavanca à minha vontade de ver Californication que se ficou pelo segundo episódio.

De resto há ainda a confirmação de Jeremy Piven como um senhor da comédia e como um dos mais versáteis actores que andam por aí. O “Ari” de Entourage merece, mais do que qualquer um, vencer este prémio. Espero que isto fala a HBO encomendar mais episódios para a próxima temporada em vez dos esperados 12.

E pronto fico-me por aqui. Agora é esperar pelos Oscars

Com as etiquetas ,

Queres falar agora?

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s