O Pão Nosso de Cada Semana – The Wire

main

Durante este Verão, e dado o excesso de tempo de livre, tive oportunidade de experimentar algumas séries que me tinham sugerido. Naturalmente (e a julgar pela quantidade de sugestões e boas críticas) a que mais me marcou foi The Wire. Apesar de ser uma série que já teve o seu término há um ano, The Wire continua a ser uma série de referência no género policial e não só, dada a sua qualidade a todos os níveis: interpretação, guião, realização…

Vemos constantemente séries que chegam a ter 7, 8, 10 ou até mesmo mais temporadas, mas é por aí que se mede o potencial de uma série? The Wire teve “apenas” cinco temporadas mas conseguiu mais aplausos da crítica e do público do que a maioria das séries actuais. Originária da HBO (que outra poderia ser?) a série foca-se no dia-a-dia de um grupo de polícias, em Baltimore, na sua incessante busca por informações e consequentes detenções de alguns dos maiores criminosos da zona, fosse por causa de drogas, tráfico de pessoas ou interesses políticos.

Apesar de ser uma série sem aqueles tão desejados “cliffhangers“, The Wire faz com que nos colemos à história de tal forma que se torna impossível não ver mais uma episódio. E a seguir outro. Ali no meio há polícias corruptos, há traficantes com moral, jogos políticos, cidadãos exemplares e outros que é difícil de classificar. Enfim, uma amostra da realidade social de um dos locais urbanos mais inóspitos dos Estados Unidos. Dominic West (Detective McNulty ou Jimmy) é a peça central de uma unidade especial da polícia que faz escutas a criminosos; não é o típico polícia certinho, que joga pelas regras e que apenas cumpre ordens dos seus superiores Burrell (Frankie Faison) e Daniels (Lance Reddick). McNulty é uma alma solitária que luta pelo que acredita, seja bom ou mau para os que o rodeiam, incluindo a sua antiga amante e actual procuradora, o seu melhor amigo ou os seus colegas de trabalho. Quase sempre certo daquilo que faz, os seus comportamentos (não apenas os seus, porque em The Wire, ninguém é perfeito) nunca são inocentes e implicam sempre que alguém sofra com eles. Tudo isto para “apanhar” os maus da fita: o clã Barksdale. Há, nesta série, alguns dos pesos pesados que vemos recorrentemente nas séries actuais, há desconhecidos que saltaram para a fama e há muitos desconhecidos que continuaram desconhecidos apesar da sua enorme qualidade.

The Wire é uma série que tem de ser degustada. Não basta ver um episódio. Não basta verem-se dois episódios. É preciso deixar-se levar e envolver pelo enredo e acredito que ninguém ficará indiferente. Há ali um sentido de responsabilidade, de criatividade, de excelência que se revela a todo o instante. A dificuldade de The Wire “vencer” nos grandes palcos vem do facto de ser uma série tipo novela, sem objectivo próprio a cada episódio (pelo menos ao primeiro olhar), mas se me perguntassem se isso era diminuidor e impeditório de ser considerada uma das melhores séries de sempre, a minha resposta seria um redondo “Não!”. Por muitas séries que tenha visto, vejo ou verei, personagens como Omar Little, Clay Davis, Pryzbylewski, Bunk  e os inesquecíveis Bubbles e Brother Mouzone dificilmente terão equiparáveis.

A Escuta, em português, não é uma série que se veja com leviandade. É, sobretudo, uma história bem contada, sem clichés (embora talvez os tenha criado), sem tabus  e com muita audácia. Na minha opinião pessoal, The Wire é, sem dúvida, a melhor série que alguma vez vi, sobrepondo-se a The Sopranos ou Six Feet Under. Numa palavra, “obrigatória“.

rating_05rating_05rating_05rating_05rating_05

Com as etiquetas , ,

3 thoughts on “O Pão Nosso de Cada Semana – The Wire

  1. quelhas diz:

    Nem mais!

  2. Tenho esta série cá em casa para ver há já quase um ano e ainda não comecei, talvez tenha tido agora um impulso necessário para a começar a ver…

  3. syrin diz:

    Acabei recentemente a minha maratona. Grande série. Agora a próxima tarefa é escrever sobre cada temporada… one down, four to go.😀

Queres falar agora?

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s