The Squid and the Whale

Lembram-se Little Miss Sunshine? Pronto! Já é um bom ponto de partida. The Squid and the Whale é uma vertente mais negra e mais dura sobre uma família disfuncional, cuja integridade está presa por um fio.

Realizado e escrito por Noah Baumbach, um novato com 10 anos de carreira mas muito pouca obra, A Lula e Baleia (em português) é um dos filmes que marca, sem margem para dúvida, os panorama cinematográfico de 2006. Embora curto, o filme transporta-nos para uma realidade que poderia muito bem ser a nossa: o divórcio dos nossos pais e o que daí advém.

squid372.jpg

Bernard (Jeff Daniels) e Joan Berkman (Laura Linney) são um casal de escritores, muito diferentes um do outro, cuja relação enfadonha leva ao divórcio. Walt e Frank (interpretações de Owen Cline e Jesse Eisenberg, respectivamente, que me surpreenderam), os dois filhos da família, são os mais afectados pela mudança. Enquanto Walt é um seguidor inquestionável das ideias e atitudes do pai, Frank, o mais novo, é mais ponderado nas suas atitudes perante a família mas bastante problemático na escola.

Os problemas da adolescência, as “questões existenciais”, a integração, o sexo, o adultério, o amor e o ódio… a vida…

Baseado no drama real de Noah Baumbach, o realizador-argumentista,The Squid and the Whale é uma adaptação feroz e objectiva, de um realismo tremendamente bem conseguido, não deixando ambiguidades e dando-nos uma lição de vida… tanto a pais como a filhos. Embora seja um filme duro e algo “violento” para os mais novos, o filme deveria ser visto e revisto por toda a família.

Tendo passado praticamente despercebico em Portugal, o filme deveria ter sido uns daqueles “tomba-gigantes” que por vezes vemos. Dotado de uma realização “home-video”, criando um ambiente ainda mais realista e repleto de personagens extremamente complexas e situações muito bem estruturadas e trabalhadas, The Squid and the Whale só não teve sucesso porque teve o “azar” de ser “simples”. Deixo aqui um recomendação muito grande para verem este filme. Só não entra no meu top 2006 porque já o fiz…

A prespectiva pessoal de Noah, cheia de complexos, raivas e desgostos, torna A Lula e a Baleia um filme extremamente metafórico e simbólico acima de tudo. Conseguindo “metamorfosiar” os seus pais como a luta entre a lula e baleia e criando o elemento de hipotética esperança num gato, dá-nos uma brilhante parábola sobre a (sua) vida e dificuldades a ela inerentes.

Nota:

3 thoughts on “The Squid and the Whale

  1. Pedro Almeida diz:

    Nada de especial.

  2. São opiniões Pedro!
    Cumprimentos

  3. adorei ese realmente foi um filme que teve conteudo e principalmente teveo que mostrar para a realiadde!!!!!!!!!!

Queres falar agora?

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s