Shoot ‘Em Up

Acção! Acção a rodos… é este o mote para Shoot ‘Em Up, o mais recente filme de acção protagonizado por Clive Owen. Mas é mesmo acção! Não um daqueles filmes que costumamos apelidar de acção… este é mesmo de acção. Pronto, acho que já resumi o filme.

Estava à espera de um filme mexido, dinâmico e até algo engraçado mas nada me preparou para as doses de adrenalina de Atirar a Matar. Para além de nos conseguir por de joelhos a rir enquanto meia dúzia de tipos são baleados ao mesmo tempo, mantém a “seriedade” dada a capacidade de Clive Owen e Paul Giamatti nos proporcionarem algumas das melhores cenas do ano na categoria herói/vilão.

shoot.jpg

Se em Die Hard John McClane é um herói acidental, podemos dizer que ele é um menino à beira deste Smith (Clive Owen). Enquanto, descontraído, comia uma cenoura, Smith vê uma mulher a fugir de um tipo com mau aspecto. Como qualquer bom samaritano, acerca-se do local para ver o que se passava. Quando se apercebe que está no meio de uma batalha campal em que ele é um dos alvos mas que do seu lado está uma mulher prestes a dar à luz, Smith ajuda-a a ter o bebé enquanto dá uma desanda numa quantidade anormal de maus da fita. Quando a mulher é baleada, Smith vê-se com um bebé nos braços e decide levá-lo com ele. Como o seu jeito para ser babysitter não é um dos seus melhores atributos decide pedir ajuda a Donna (Monica Bellucci). A “família” recentemente criada vê-se então perseguida por um grupo de mauzões liderados pelo temível Hertz (Paul Giamatti). Como pai de família responsável, Smith tem como missão salvar os seus congéneres enquanto tenta descortinar o motivo de tal perseguição.

Como li num artigo escrito pelo imdb, se não gostarem do título… não o vão ver pois é tudo o que há para saber. É, provavelmente, um dos filmes como mais acção pistoleira do ano! Há tiros para todos os gostos, de todas as formas e em todas as posições. Mas o filme é algo mais. É uma comédia eficaz e muito bem edificada para além de muito bem produzida. Tiro o chapéu a Clive Owen por mais uma brilhante prestação. Pena Bellucci não estar ao mesmo nível enquanto actriz porque por outro lado está bastante acima de Owen… mas isso são outras histórias. Giamatti está muito bem caracterizado e faz um vilão muito competente e dedicado à sua esposa.

É revigurante, refrescante. É ridículo sim senhor mas nem por isso perde crédito algum. É exagerado mas é mesmo isso que o faz ser um bom filme. Não o bom que eu desejaria mas um bom bastante grande para considerar o gasto no bilhete bastante bem aplicado.

Já agora… não se esqueçam que as cenouras são muito boas para os olhos!

Nota:

Com as etiquetas ,

3 thoughts on “Shoot ‘Em Up

  1. syrin diz:

    Eu digo e repito… tem Clive Owen, I’m there. É mais um para o meu harém pessoal…😉

  2. Pedro diz:

    Desculpem a sinceridade, mas fui roubado no cinema!

    Pagar para ver este filme na grande tela foi do pior que me aconteceu. Como é que alguém sem dedos (ou com eles partidos), que não consegue disparar uma pistola, abre de seguida uma porta como se as mãos estivessem impecáveis?!

    Parte final: como é que o gordo que está no café a acabar o seu batido, de repente tem o copo cheio?! Tudo isto durante um assalto?!

    Mas como tudo é propositado, no fundo, bem lá no fundo, trata-se de um bom filme.

Queres falar agora?

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s