Deja Vu – Será que já tinha visto?

Não… foi apenas uma piada daquelas muito foleiras…

Passando ao que interessa… Fui hoje ver Deja Vu, o mais recente filme do realizador de Man on Fire, Tony Scott, e do produtor “maravilha” da acção, Jerry Bruckheimer.

Já tinha ouvido de tudo acerca deste filme… demasiada fantasia, demasiado irrealista, bom argumento mas
Decidi ir ver por conta e risco e não me arrependi. Deja Vu é, provavelmente (sim, porque nunca saberemos ao certo), bastante irrealista mas isso, por si só, não faz dele um mau filme. Aliás, leva-nos um pouco além dos habituais filmes de acção a que estamos habituados, misturando essa acção com um (bastante!) ficção, criando assim um bom thriller.

Deja Vu

A realização de Tony Scott é bastante boa, coisa que já tinha gostado em Man on Fire (embora a critica especializada tenha tecido bastantes criticas à mesma… talvez por não ser a tipica realização de um filme “para vender”). Desta vez, Scott presenteia-nos com planos menos arrojados, menos dissipados, mas mais objectivos e clarificados. Nota-se, claramente, a influência de Jerry Bruckheimer no estilo apresentado desta vez pelo realizador.

Falando do filme em si, é bom! Aliás, um bocadinho mais que bom. Não digo que é excelente devido, principalmente, ao final que tira alguma “mistica” ao filme e deixa cair por terra a “boa ideia” por detrás do argumento. Este, é bem conseguido e brilhantemente interpretado por Denzel Washington que, mais uma vez, toma o papel de detective (Doug), tentando resolver mais do que um simples atentado terrorista. O governo desenvolveu uma máquina que nos deixa ver no passado até 4 dias e 6 horas atrás, servindo este aparelho para identificar métodos e pessoas por detrás dos crimes. Mas serve para algo mais… O principio desta máquina é o mesmo que encontramos em Donnie Darko, as pontes Einstein-Rosen, sobre viagens temporais (simplificando as coisas).

A acompanhar Washington neste “mundo” estão Adam Goldberg, James Caviziel e Val Kilmer, entre outros.

É interessante o filme. É interessante o argumento. O mérito deste filme está, claramente, na maneira como pegaram numa ideia “absurda” e a tornaram num excelente argumento, capaz de fazer render os mais cépticos em relação a filmes de ficção.

Será que, no nosso presente, o futuro já aconteceu?

Nota:

Mensagens Relacionadas:
https://depoisfalamos.wordpress.com/2006/12/15/deja-vu/

2 thoughts on “Deja Vu – Será que já tinha visto?

  1. sann diz:

    legáligo

Queres falar agora?

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s